Controle de acesso no centro de SP: gerenciável x não gerenciável

O controle de acesso no centro de SP é um equipamento essencial tanto para ambientes comerciais (fábricas, hospitais, comércios e empresas) como para residenciais (casas e condomínios). Isso porque o acessório garante segurança, conforto e praticidade para circulação de pessoas e automóveis, além de ser útil até mesmo para controlar a entrada e saída do público no ambiente. 

No entanto, na hora de implementar o melhor sistema no seu imóvel, uma dúvida comum é saber qual modelo escolher: gerenciável ou não gerenciável. Para ajudá-lo nessa missão importante, a PHD Seg reuniu as principais características e aplicações do controle de acesso no centro de SP gerenciável e não gerenciável. Assim será fácil saber qual é o perfeito para atender às suas necessidades!

controle de acesso no centro de sp

Entenda as possibilidades oferecidas pelo sistema gerenciável

O controle de acesso no centro de SP gerenciável possibilita a gestão de pessoas e veículos no ambiente através de um software de armazenamento de dados. Ou seja, guarda informações pessoais sobre os visitantes, como: nome, RG e data/hora em que a pessoa esteve no ambiente. 

Além disso, oferece o controle de catracas e portas para liberação de emergência, viabiliza a criação de relatórios com as atividades do dia, facilita a criação de regras de acesso e gerencia usuários. Tudo isso com a segurança do backup e criptografia de dados, presente nos sistemas de segurança mais modernos.

Controle de acesso no centro de SP: onde utilizar o sistema de gerenciamento?

controle de acesso no centro de SP

Diante de tantas vantagens, não há dúvidas que o controle de acesso no centro de SP gerenciável é uma alternativa completa. Com esse dispositivo é possível controlar o número de pessoas e quem esteve no ambiente, bem como saber o momento exato que isso aconteceu. 

Essas vantagens são úteis tanto para as empresas usarem na folha de pagamento de funcionários e lojas contabilizarem quantas pessoas frequentaram o ambiente no dia, como para segurança ou provas em processos judiciais. 

No caso de emergências, como incêndios, assaltos ou outras situações de pânico, será mais fácil desbloquear ou bloquear as passagens com esse dispositivo de gerenciamento, já que você tem controle total do ambiente. Dessa forma, a recomendação é utilizar controle de acesso no centro de SP gerenciável em locais com maior circulação de pessoas e necessidade de controle do público. Por exemplo, na entrada de: escolas, comércios, fábricas, empresas e outros. 

Controle de acesso não gerenciável: simples e eficiente

controle de acesso no centro de sp

Por outro lado, há também os modelos de controle de acesso no centro de SP que não podem ser gerenciados. No entanto, isso não quer dizer que são opções desatualizadas ou inúteis. Esses equipamentos contam com a possibilidade da criação de senhas e usuários, podem ser integrados com outros sistemas como câmeras e alarmes e, é claro, esbanjam segurança com:

  • possibilidade do controle de abertura e trava por aplicativo;
  • aviso de bloqueio de senha ou tentativa de invasões;
  • fechamento automático no caso de esquecer a porta aberta (conforme o tempo cadastrado);
  • proteção contra incêndios ou falta de energia. 

Controle de acesso no centro de SP não gerenciável, perfeito para ambientes menores

Esses dispositivos são muito requisitados em residências, apartamentos e salas controladas, onde há menor circulação de pessoas. A vantagem é que o controle de acesso no centro de SP não gerenciável conta com um custo menor em comparação ao modelo gerenciável e alto desempenho para os menores.

Agora que você já conhece os principais pontos sobre controle de acesso no centro de SP, acesse a loja online da PHD Seg para conhecer os melhores modelos gerenciáveis e não gerenciáveis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.